sábado, junho 24, 2006

Mão na mão ...

De mãos dadas
Caminham ao luar,
Gestos transparentes
De carícias longínquas
Beijos centilantes
De aromas mil
E um sorriso liberto
Que esvoaça
Ao ritmo das estrelas...
Olhos no chão
Rosas sem espinhos
Coração na mão
E nele o amor
Que não é mais
Do que aquele sorriso
Aquela vontade de unirem
Para não mais acabar
Aquele caminhar de mãos dadas...
Mão na mão,
Sorriso nos lábios
E os dois enamorados
Trocam o silêncio
Lembrando que a voz
Nunca diz toda a verdade!
Ana Cardoso

1 comentário:

mesanto disse...

ai calindo Fabiana :)

Um pouco de mim ....