segunda-feira, dezembro 03, 2007

O que te ....




A queridissima Mil Sorrisos do blog http://milsorrisos.blogs.sapo.pt lançou-me um desafio, ao qual irei responder com toda a satisfação :)))
Então cá vai :
O que te choca ... crianças com fome e mal tratadas, animais igualmente mal tratados, a crueldade humana.
O que te arrepia ... passar a mão no pescoço, um sussurro, esferovite.
O que te excita ... frases convictas e directas, palavras sedutoras, olhares, bocas.
O que te solta ... uma boa música.
O que te faz rir ... uma boa comédia, uma anedota, brincadeiras entre amigos.
O que te faz chorar ... uma música que me traga recordações,uma despedida, uma má palavra dirigida a mim, sentir-me inútil, medo de perder alguém importante para mim.
O que te causa naúseas ... estar fechada num sitio pequeno, grandes altitudes.
O que te falta para seres feliz ... nada, sou uma pessoa normal e com saúde :))
O que te traz infelicidade ... a infelicidade das pessoas que amo.
O que te magoa ... a insensibilidade das pessoas, certas coisas que quero e ainda nao consegui, a injustiça.
O que desejas ... que cada dia seja mais bonito e menos tristonho, que o anterior; desejo tudo aquilo a que tenho direito.
O que receias ... a morte, não lido muito bem com a morte.
O que não queres perder ... não quero perder nunca seriedade, honestidade, amor, amizade e todos os valores que fazem de mim uma pessoa feliz:)
O que queres alcançar ... os projectos que tenho traçados.
Uma data que abomines ... felizmente não tenho nenhuma data que me seja má.
Uma festividade que adores ... o Natal, acho que nasci para as decoraçoes, as luzes, a casa cheia de gente, o cheiro a rabanadas e o pinheiro iluminado :)
Uma qualidade que aprecies numa pessoa ... sinceridade.
Uma caracteristica que abomines numa pessoa ... falta de tolerância para com os outros.
Uma mentira que tenhas dito ... não me lembro de nenhuma ( mas certamente que as que disse foram por boas causas) :)
Uma nostalgia ... o tempo de escola.

Ana Cardoso

quinta-feira, novembro 29, 2007

Não ESTOU mulher, SOU mulher ...




Sou mulher porque sim ...
Porque a cada toque teu, estremeço ...
E porque te amo, te adoro ...
Porque acalento as tuas palavras,
E sei de cor o teu olhar ...
Porque consigo ler-te nas entrelinhas do meu corpo ...
E com gosto te deixo ler-me ...
Porque sou capaz de a cada queda,levantar-me sem medo ...
Sobretudo, sou mulher, porque estabeleci os meus ideais ...
Porque um não é um Não ... um Sim é tudo aquilo que vier de ti ...
Sinto que não estou mulher ...
Mas sim, que sou mulher ...
É nesta chuva de fogo, que resulta do choque do teu corpo no meu ...
Que eu me descubro amante...
Porque SOU mulher!

Ana Cardoso

sábado, outubro 27, 2007

E se o amanhã nunca chegar ?




"Falar em perdas é falar em solidão, tristeza, desesperança, medo. Quando digo perdas, não estou apenas me referindo aos que morrem, mas a todos que de alguma forma, nos deixam prematuramente, antes que estejamos preparados.
Um amigo que se muda para longe, um namoro interrompido abruptamente e até mesmo um ente querido que se vai, provoca sempre em nós uma sensação de vazio.
E porquê isso? Porque sofremos tanto, mesmo sabendo que estas perdas ou partidas inesperadas são inerentes á vida, e que portanto, náo podemos controlá-las?
Não saberia responder com precisão á pergunta feita em cima, mas, o que me parece mais coerente é que nunca estaremos prontos para nos acostumarmos com a falta dos que amamos. Por mais que saibamos, que a qualquer momento eles nos faltarão, temos sempre a predisposição em acreditarmos que quem nos ama nunca nos traíria , nos privando do seu carinho, afecto e amor.
Ledo engano. São justamente os que mais amamos, que mais nos machucam com suas partidas inesperadas. Vão-se sem aviso prévio, e levam a nossa felicidade, a fé na vida, o equílibrio ...
O que fazer então? Não amarmos? Não nos permitirmos gostar de alguém pelo simples facto de que seremos, mais cedo ou mais tarde, deixados para trás na vida, entregues ás nossas angústias e remorsos por não termos dito tudo ou não termos feito o suficiente por eles? Creio que não. Se há algo na vida que mais nos trás felicidade, é sabermos que somos queridos e não seria honesto nos privarmos de tal sentimento por covardia.
Um amor de pai e mãe, o carinho de um amigo ou o afecto de uma relação a dois, deve sempre se sobrepor ao medo da perda. Porque ela é inevitável; o sentimento não. Deve de ser exercitado, todos os dias de nossas breves vidas.
Ele é o que nos move, nos dá o chão para que possamos caminhar pela vidacom a certeza de que, haja o que houver, teremos sempre alguém com quem contar, que nos apoiará mesmo nos momentos em que não tenhamos razão.
Esta, meus amigos, deve de ser a maior lição deixada pelos que partem sem nos avisar: lembrar-nos que devemos sempre curtir aqueles que amamos com a intensidade proporcional á brevidade de uma vida. Porque quando nos faltarem, saberemos que amámos e fomos amados, que demos e recebemos todo carinho esperado, que construímos um sentimento que nenhuma perda poderá apagar. Este sentimento transcende o espaço e o tempo, não se limita ao contacto físico.
Torna-se parte de nós, impregnado em nossa alma, nos confortando nos dias dificeís, sendo cúmplices de nossas vitórias pessoais, norteando nossa conduta, nos fazendo sentir eternamente amados.
Que me perdoem os físicos, mas neste caso, acredito sim que dois corpos podem ocupar o mesmo lugar no espaço. Basta que permitamos, sentir a presença dos que amamos, dentro de nós, como se fossem parte de nossa alma.
Só assim seremos inteiros. "

Luiz Henrique Zanforlin


Por vezes somos afectados por estados de espiríto, provocados por situações inesperadas, confusas e tristes. Estou num desses momentos da minha vida, e este texto acima transcrito, foi-me enviado por email, por uma pessoa muito querida, e traduz na perfeição o estado em que me encontro. Ao descrever-me neste exacto momento, eu própria não encontraria melhor forma.... por isso decidi partilhar com quem me lê ...

Ana Cardoso

quinta-feira, outubro 18, 2007

segunda-feira, setembro 24, 2007

Os Deuses ...... devem de estar loucos ;)



Pois é ... fui convidada a participar no blog de uns amigos, e tendo sido o convite feito por quem foi era irrecusável ( obrigada L. pelo convite :) ... lá usarei a assinatura de Pandora, visto ser um blog em que os escritores adoptaram nicks de deuses mitológicos, segui também a "onda" ... acho a idéia fantástica, de resto penso que correrá muito bem :)

Porquê Pandora?

Porque Pandora é segundo a mitologia grega, uma deusa energizadora ... que espalha energia, misteriosa, que desperta muitas vezes a curiosidade, que com a sua caixa libertou o Mundo de todos os males ... ora bem, energia confere; misteriosa ás vezes; que desperta curiosidade também :) logo senti-me um pouco Pandora ....

Apartir de hoje, é com enorme prazer, que anúncio que para além de me poderem ler em http://sentimentossoltos.blogspot.com Voar no Infinito e em http://jardimsecretodemimmesma.blogspot.com Secret Garden .... vão também poder passar a ler-me em http://os-eleitos.blogspot.com Os eleitos dos deuses morrem jovens :)))

Ana Cardoso

quinta-feira, setembro 20, 2007

Uma Taça para mim ...



É com enorme prazer que recebo do blog Mil Sorrisos esta taça toda ela repleta de significado e carinho ... Uma das condições para recebermos esta taça é revelarmos como nos sentimos e passarmos a taça a 7 pessoas.

Então ..... como me sinto : feliz e ultimamente ansiosa ( coisa passageira) :)))

7 blogs que eu vou condecorar :

http://os-eleitos.blogspot.com/

http://possivelmenteumsegredo.blogspot.com/

http://sentadanaareia.blogspot.com/

http://shelyak.blogspot.com/

http://littledragonblue.blogspot.com

http://lastgoodbadidea.blogspot.com

http://hologramasdemim.blogs.sapo.pt

Ana Cardoso

terça-feira, setembro 18, 2007

Estava tudo igual ....

E porque o tempo passa ...
E o caminho a percorrer teima em não findar ...
Fecho os olhos ...
Sinto-te chegar ...
Serenamente sorrindo ...
Oiço um " Estou aqui ..."
Acordei,
Abri os olhos e era dia ...
O Sol sorria .... Estava tudo igual!

Ana Cardoso

quinta-feira, setembro 13, 2007

Um dia igual ...

Olhaste-me, sorriste-me e disseste-me "Vem..."
E eu, fui ...
Sim fui, não porque te tenhas mascarado de sorrisos, e palavras e sonhos lindos ...
Nem que me tenhas oferecido ilusões cor de rosa...
Mas porque trazias nas mãos uma flor ... uma orquidea branca ...
E eu ...
Eu precisava tanto de ter algo em que acreditar...
Com capacidade de olhar e ver... e sentir e sonhar ...
Sentir-me viva, dizer que estava ali, precisava sim ...
A ti, julgaram-te ... a ti acusaram-te ... de me roubares do meu Mundo ...
Acusaram-te ...
Mas apenas eu fui culpada ...
A ilusão tomou conta de mim ...
E persegui caminhos atrás dessa flor ...
Porque em mim tudo havia morrido ... e essa flor era o renascer ...
E o tempo passava , lentamente, e os dias pareciam anos ...
E a tristeza apoderava-se de tudo ...
E eu morria aqui, devagar ...
Como eu precisava acreditar ...
Por isso quando vieste, eu fui ...
Eram nesses braços, que a paz reinava ...
Era nesse olhar, que estava o caminho...
E nessa boca, eu encontraria o Amor ...
De olhos fechados, e pensamento em ti, renasci ...
E guardo num livro velho, a orquidea seca, que um dia viveu ...
Tal como eu ...
E a ti ... te devo o momento ...
O momento em que vivi ... por apenas uns minutos ...
Dentro de ti !

Ana Cardoso

terça-feira, setembro 04, 2007

Estranha forma de te amar ...


O que a tua boca me pede ...
Eu não te sei dar ...
O que o teu grito me diz ...
Eu não sei ouvir ...
Nem sequer a imagem do teu sonhar,
Sei sentir...
Que me chamas, me tentas ...
Me enganas ...
Não quero ..
Apagando nos meus lábios,
Os beijos que o teu querer me deu ...
E as mãos, trémulas de desejo ...
A boca que reclama por mais ...
Neste corpo que te deseja, e não admite ...
Porque quando estás, te mando embora ...
Porque quando não estás, tudo é cinzento ...
Não!
A verdade ...
Eu digo-te a verdade ...
Porque me sinto mulher quando me olhas ...
E porque me sinto nada, quando não estás!

Ana Cardoso

terça-feira, agosto 28, 2007

Certificado Blog ...



É com muito carinho que recebo este certificado que me foi oferecido pela amiga Um Momento :))) Momentos a ti, um muito obrigada e um beijinho **

Destina-se este certificado a todas as pessoas que assim o queiram tomar como seu :)

Ana Cardoso

Desafio .... 7 Factos que sou!


É com enorme carinho que respondo ao desafio que me foi proposto pelo littledragonblue ; 7 Factos que sou ....
1 - Sou amiga do meu amigo, sem nunca esperar nada em troca.
2 - Sou uma pessoa calma, serena.
3 - Sou adepta das coisas simples e verdadeiras.
4 - Sou apaixonada pela Natureza.
5 - Sou fiel aos meus principios.
6 - Sou tudo para quem me merece totalmente.
7 - Sou mimada :P :))

E agora os 7 :
2 - SAM
3 - Nini
7 - toda

Ana Cardoso











sexta-feira, agosto 24, 2007

Na saliva da tua memória ....


Dança á media luz, um ventre prometido ...
Como que a chamar por ti ...
Balança, avança, recua na dança ...
Dos toques e desejos afim ...
Gemidos esquecidos na ponta da lingua,
Fazem do que virá, um agora ...
Perco-me assim nessa saliva,
A saliva da tua memória ...
Tens no teu corpo a magia ...
Na ponta dos dedos o desejo,
Lábios que sugam a sensibilidade de um corpo só teu ....
Na mais ínfima forma de ser,
Tal qual universo decadente ...
Entrego na tua mão esta vitória ...
Entrego-me ...
Na saliva da tua memória!
Ana Cardoso

segunda-feira, agosto 13, 2007

Para reflectir ...




É uma frase um tanto ou quanto frontal e que nos deixa assim meio perdidos ... mas é realmente importante sabermos o que cada pessoa com que lidamos tem para nos dizer perante uma frontalidade destas ...
Por vezes, não dizemos aquilo que pretendiamos ás pessoas, e depois vai-se a ver e nunca mais poderemos dizer .. porque na altura que o pensámos fazer, não nos sentiamos preparados, ou porque temos receio ou vergonha ... ou por outro motivo qualquer, que por mais válido que nos pareça ... não deve de ser motivo para deixarmos de dizer seja o que for ... O que sentimos, o que queremos, o que pretendemos, como vemos essa pessoa, dizer-lhe como gostamos dela ou como gostamos de passar bons momentos com ela ... também dizer o que não gostámos, o que nos magoou vindo da sua parte, o bom e o mau ... É sempre bom saber, e dizer ;) ...

Ana Cardoso

terça-feira, julho 31, 2007

Do lado de lá ...

No lado de lá ...
Não vejo os olhos que gostaria de ver ...
Nem sinto as mãos que me fazem arfar ...
Nem oiço os sussurros de delirar ...
As bocas não se lambuzam ... do lado de lá ...
Nem os dedos se tocam ...
Nem as mãos se cruzam ....
Do lado de lá .... não te sinto respirar em mim ....
Nem os lábios murmuram doçuras ....
Nem os dedos cometem loucuras ....
Não te olho nos olhos ... num momento especial ...
Do lado de lá ...
Não sinto o peso do teu corpo no meu ...
Os ouvidos não ouvem as tuas provocações ...
E no lado de lá ....
São só ilusões !!!

Ana Cardoso

sexta-feira, julho 20, 2007



A amiga Som do Silencio atribuíu ao Voar no Infinito o Selo "Blogue com Grelos" , obrigada Som do Silencio por este carinho :)

O que é o "Prémio Blog com Grelos" ?

«O Prémio "Blogue com grelos" premeia mulheres que, na sua escrita, para além de mostrarem uma preocupação pelo mundo à sua volta, ainda conseguem dar um pouco de si, dos seus sentires e com isso tornar mais leve a vida dos outros. Mulheres, mães, profissionais que espalham a palavra de uma forma emotiva e cativante. Que nos falam da guerra mas também do amor. A escrita no feminino, em toda a net lusófona tem que ser distinguida»
Agora tenho de nomear 5 mulheres, de blogues não colectivos, e enviar para o Blogue com Grelos, que reúne as nomeações.

As nomeadas são :

Bichanices e Ganidelas

Desabafos, pensamentos, trenguices e avequices

Carochices

Simplesmente...

Momentos...

Ana Cardoso

quinta-feira, julho 12, 2007

Rendo-me ...



Na mais simples forma ... rendo-me ... a ti, a tudo, a mim e a nós ... ás coisas que a Vida não me deu, e que eu tanto pedi .... aos sonhos que tanto sonhei, e não vieram .... rendo-me .... ás maravilhas por mim deslumbradas que me fazem sentir minúscula, quase imperceptível ... rendo-me e abro a Alma ao Mundo ...dispo a farda de guerreira, a armadura implacável, que outrora acentou bem, neste corpo cansado, moído e saturado .... então ofereço .... oferecendo-te , oferecendo-me a ti ... Universo magnífico de sombras e luz ... de cores celestiais, e é para aí que ecoam os meus ais ... que vão e se perdem no espaço ... sem que alguém os perceba ... na mais simples forma ..... rendo-me!

Ana Cardoso

sábado, julho 07, 2007

Ilumina-me ...


Gosto de ti como quem gosta do sábado
Gosto de ti como quem abraça o fogo
Gosto de ti como quem vence o espaço
Como quem abre o regaço
Como quem salta o vazio
Um barco aporta no rio
Um homem morre no esforço
Sete colinas no dorso
E uma cidade p'ra mim
*
Gosto de ti como quem mata o degredo
Gosto de ti como quem finta o futuro
Gosto de ti como quem diz não ter medo
Como quem mente em segredo
Como quem baila na estrada
Vestido feito de nada
As mãos fartas do corpo
Um beijo louco no Porto
E uma cidade p'ra ti
*
Enquanto nao há amanhã
Ilumina-me
Ilumina-me
Enquanto não há amanhã
Ilumina-me
Ilumina-me
*
Gosto de ti como uma estrela no dia
Gosto de ti quando uma nuvem começa
Gosto de ti quando o teu corpo pedia
Quando nas mãos me ardia
Como o silêncio na guerra
Beijos de luz e de terra
E num passado imperfeito
Um fogo farto no peito
E o mundo longe de nós
*
Enquanto não há amanhã
Ilumina-me
Ilumina-me
Enquanto não há amanhã
Ilumina-me
Ilumina-me
Pedro Abrunhosa

sexta-feira, junho 29, 2007

Fly Awards


A ideia teve origem aqui http://somomentos.blogspot.com/2007/06/fly-awards.html e está de resto, fantástica ... pelo simples facto de demonstrar através de um mimo blogosférico o carinho e a alegria que nos dá ler todos os dias alguns dos cantinhos que nos fazem sorrir, chorar, pensar, rir e até sonhar ...
Parabéns á Só Momentos por esta ideia fantástica repleta de sorrisos e carinhos :))))
E como o Voar no Infinito foi nomeado Fly Awards ... vai também nomear todos os cantinhos que o fazem receber sensações maravilhosas todos os dias :)
E os nomeados são:
Todos os que estão na lista de links, pois se lá estão é porque eu os visito e gosto com certeza de o fazer ... Considerem-se então todos nomeados para o Fly Awards :)))
Retirem o selo e coloquem no vosso cantinho e depois se assim entenderem, nomeiem os vossos eleitos ...
Ana Cardoso

terça-feira, junho 26, 2007

7 Maravilhas da Blogosfera ...

Retirado do Blog O Sentido das Coisas
*
"Depois da ideia de se elegerem as 7 Maravilhas do Mundo, alguém teve a brilhante ideia de eleger as 7 Maravilhas de Portugal.
E como se não bastasse, outra alma iluminada teve a ideia de fazer a votação para as 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa.Bem, depois disto tudo também tive uma ideia... Por a votação as 7 Maravilhas da Blogoesfera."Assim seguindo as indicações do Blog O Sentido das Coisas a minha votação vai para:
*
*
*
*
*
*
*
*
Foi atribuído ao Voar no Infinito o Prémio das 7 Maravilhas da Blogosfera, pelo blog http://desabafosdanini.blogspot.com/ da Nini.
Peço desculpa, a todos os outros blogs que visito, mas a escolha era mesmo só de 7 blogs... escolha esta muito díficil, mas tive que escolher da enorme lista de blogs com qualidade que visito ... os 7 magníficos... procurei tambem os que ainda não tinham sido nomeados... não fiquem a pensar que gosto menos de todos os outros cantinhos!!
*
E agora o regulamento:
1. Podem participar na votação todos os bloggers que mantenham blogues activos há mais de um mês [os outros esperem por outra ideia brilhante que alguém irá ter].
*
2. Cada blogger deverá referenciar sete nomes de blogs. A cada menção corresponde um 1 voto.
*
3. Cada blogger só poderá votar uma vez, e deverá publicar as suas menções no seu blog [da forma que melhor lhe aprouver], enviando-as posteriormente para o seguinte e-mail: 7.maravilhas.blogoesfera@gmail.com.
No e-mail, para além da escolha, deverão indicar o link para o post onde efectuaram as nomeações.
*
A data limite para a publicação e envio das votações é dia: 01/07/2007.
*
4. De forma a reduzir alguns constrangimentos [e desplantes], e evitar algumas cortesias desnecessárias, também são considerados votos nulos:
- Os votos dos blogger(s) em si próprio(s) ou no(s) blogue(s) em que participa(m);
- Os votos no blog O Sentido das Coisas.
No dia 7.7.2007 serão anunciados os vencedores e disponibilizadas todas as votações.

segunda-feira, junho 25, 2007

1º Aniversário " Voar no Infinito "


Foi assinalado ontem, 24 de Junho de 2007, a passagem do 1º aniversário do blog Voar no Infinito.
É com imensa alegria que publico este post, e que transmito para vocês ( leitores e amigos), os votos de parabéns e os agradecimentos, por fazerem cada dia o Voar no Infinito crescer mais um pouco...
A todos o meu muito obrigada ... e venham muitos mais :)))))****
Ana Cardoso

quarta-feira, junho 20, 2007

Premiado ....

O Voar no Infinito foi novamente premiado, desta vez com o selo " Meu Blog fala de Amor" atribuído pelo blog http://sentadanaareia.blogspot.com Simplesmente ... Joana.
Aqui fala-se sem dúvida de Amor, Dedicação, Carinho e Sentimentos .... e tudo o que é escrito é sem dúvida polvilhado com muita dose de qualquer um dos ingredientes referidos :)))
Obrigada Joaninha, mais uma vez pela tua atenção *****

Ana Cardoso

segunda-feira, junho 18, 2007

10.000 ...



Tu, és tal qual a flor ...
Que nasce selvagem, naquele campo...
Que a cada sorriso...
Cresce mais um pouquinho...
A cada chuvada se encolhe...
Mas a cada raio de Sol...
Se expande ....
E presa á terra...
Com a força da Vida...
E de todos que dela gostam...
Não ousa nunca... dali partir!

Ana Cardoso

A todos que por aqui foram passando, e continúam a passar, acompanhando o crescimento deste meu pequeno Mundo ... o meu muito obrigado...

Amor na Amizade ...


O Voar no Infinito, foi premiado com os selos "Amor na Amizade" e "Destaque Cupido Fonte de Amor", pelo blog http://conversocomigoanexo.blogspot.com Monólogos by Paula... e pelo blog http://sentadanaareia.blogspot.com Simplesmente... Joana. Obrigada, ás duas por este prémio e tambem pelas pessoas extraordinárias que são ... força sempre :))) *****

Ana Cardoso

É no sonho ...


É no sonho que tudo começa...
Onde as mais belas formas tomam cor ...
Onde os mais belos sons se fazem ouvir...
É lá que fechamos os olhos e tudo é assim...
Tal qual imaginamos ... tal qual queremos que seja...
É no sonho ...
Que o amor não tem limites...
É lá que entregamos nossas vidas...
Por um momento ...
Trocamos cada minuto por um sonho feliz...
Por um sorriso, um carinho ...
Por uma música, por um olhar ...
É no sonho que nos é permitido amar...
Sendo amado ou não ....
É-nos permitido abrir e fechar cada porta ...
Cada janela.... a nosso gosto ...
Deixando assim entrar ou não tudo aquilo que sonhámos...
É num sonho...
Que sinto as minhas mãos no teu peito ...
Na tua pele ...
No teu sorriso ....
É no sonho que reside a essência do sorriso...
É no sonho que tudo ganha sentido!

Ana Cardoso

quinta-feira, junho 14, 2007

Cheiro a Mar ....




Sentir esse cheiro a Mar ...
E num mergulhar, limpar o que passou..
E ao emergir, trazer novos sabores...
De quem sorri afincadamente...
De quem sonha sem que o tempo importe...
De quem senta na areia e vive o que está á sua frente ...
No cheiro a Mar, vem também o teu cheiro...
O teu abraço ...
O teu olhar...
E na sua grandeza e imensidão...
Faz sonhar!

Ana Cardoso

terça-feira, junho 12, 2007

Tentando encontrar ....



Encontrando-me ... encontrei-te!
Em becos e ruas mais escondidas, tentando esconder o que dos olhos sai...o que a boca cala...
Tentando mostrar, que viver... pode ser uma aventura incrível...
Que estar receptivo a conhecer, pode por vezes ser uma oportunidade de viver única...
Falar de sentimentos, de vontades e quereres... torna-se nada... ao pé dos sentires a que nos damos oportunidade de experimentar....
E quando nos perdemos no meio desses sentires.... damos real valor ás coisas...
Oportunidade de vivermos determinados momentos com plenitude, com vontade e plenos de entrega e realização...
Todos um dia, nos devíamos tentar encontrar...
Pararmos, olharmos para nós, e tentarmos encontrar o nosso EU ...
Sentirmos o que mudámos desde a última vez...
O que crescemos, o que gostámos, o que não gostámos... o que nos fez sorrir, o que nos fez chorar....
As pessoas que gostámos de conhecer, as que não gostámos de perder...
Aquilo que queremos desta experiência chamada VIDA ...
Encontrando-nos ... crescemos...
E crescendo se constrói o caminho ...
Ana Cardoso

sexta-feira, junho 01, 2007

Dia da Criança ...


Que em cada passo, nasça uma nova etapa...
Que em cada sorriso, nasça uma nova esperança...
Que em cada mãozinha, nasça um grande abraço ...
Que em cada carinho, nasça um miminho...
Que em cada olhar, haja luz...
Que em cada criança se deposite AMOR...
Todos os dias das suas vidas...
Respeitando os seus direitos...
Defendendo as suas vidas...
Sempre... cada minuto, cada hora e cada dia...

Ana Cardoso

quinta-feira, maio 31, 2007

É por ali ...



É por ali, o caminho que me leva a ti... que me faz chegar ao teu coração e entrar dentro do teu ser... dentro daquilo que queres e que desejas; chegar ao pé de ti e acordar-te antes do Sol nascer... deitar-me a teu lado, partilhar contigo os meus sonhos e adormecer nos teus braços... e quando amanhecer, acordar em ti e fazer desse dia, um momento eterno... em cada beijo, um sorriso... em cada sorriso, uma palavra... e em cada palavra, um gesto de amor... desse amor que nasce e cresce dentro do peito... e que faz sorrir enquanto cresce, e que as vezes faz chorar só de pensar que um dia pode acabar... esse amor, será eterno dentro de nós... e seremos tal qual crianças inocentes, que correm e brincam, sem conhecer que o amanhã pode ser de outra côr que não rosa... que seja feliz e eterno enquanto dure...

Ana Cardoso

segunda-feira, maio 28, 2007

Decididamente ...

MySpace Comments
MySpace Comments Graphics

Fechas os olhos, os momentos acontecem...
Perdemo-nos...
Perdi-me... na areia fria daquela praia...
Nos dedos que a acariciam...
Nas dunas ancoradas...
No mar que vem rebentar na beirinha...
Em cada piscar de olhos, os momentos sucedem-se...
A brisa cheira a conchas, e a mar...
E os teus dedos cheiram a querer...
A tua boca cheira a menta...
E a sorrisos prometidos...
Peço-te apenas um momento...
E tu, dás-me o Mundo...
A areia escorre por entre os dedos...
Por entre as palavras...
Fecho os olhos, vejo-te sorrir, murmuras ternuras...
Sinto a tua boca viajar, nos recantos da minha Alma...
Nos meus pensamentos...
Nas minhas vontades...
Nos suspiros e ais... nos abraços, nas lágrimas em silêncio...
Sorrio-te...
Abro os olhos... o Sol amanhece...
O mar continua a vir rebentar na beirinha...
A areia, continua a escorrer por entre os dedos...
E tu...
Tu, continuas ali...
Sorrindo-me... num olhar de cumplicidade...
Num abraço forte...
Decididamente...
Naquela noite... o Mundo parou!!!

Ana Cardoso

domingo, maio 27, 2007

Sinto falta do que não existiu ...



Sinto a tua falta e nunca te tive ...
Sinto falta do carinho que nunca houve ...
Dos beijos que nunca foram dados ...
Dos sorrisos não trocados...
E das mãos não tocadas...
Estás num outro Mundo ... numa outra dimensão ...
E o estranho da situação...
É que permaneces como se aqui ao lado estivesses...
Presença constante e voraz...
Que alimenta o ser...
E devora sentimentos que nunca vão ser reais...
Sei exactamente onde te encontras em mim...
E a cada centimetro de coração percorrido...
Tu estás lá...
Fazes-me falta .... Sinto a tua falta ....

Ana Cardoso

terça-feira, maio 22, 2007

Quase Perfeito ...

Sabe bem ter-te por perto
Sabe bem tudo tão certo
Sabe bem quando te espero
Sabe bem beber quem quero
..
Quase que não chegava a tempo de me deliciar
Quase que não chegava a horas de te abraçar
Quase que não recebia a prenda prometida
Quase que não devia existir tal companhia
..
Não me lembras o céu nem nada que se pareça
Não me lembras a lua nem nada que se escureça
Se um dia me sinto nua tomara que a terra estremeça
Que a minha boca na tua eu confesso não sai da cabeça
..
Se um beijo é quase perfeito perdido num rio sem leito
Que dira se o tempo nos der o tempo a que temos direito
Se um dia um anjo fizer a seta bater-te no peito
Se um dia o diabo quiser faremos o crime perfeito
..
Sabe bem ter-te por perto
Sabe bem tudo tão certo
Sabe bem quando te espero
Sabe bem beber quem quero
..
Sabe bem ter-te por perto
Sabe bem tudo tão certo
Sabe bem quando te espero
Sabe bem beber quem quero
..
Se um beijo é quase perfeito perdido num rio sem leito
Que dira se o tempo nos der o tempo a que temos direito
Se um dia um anjo fizer a seta bater-te no peito
Se um dia o diabo quiser faremos o crime perfeito
..
Sabe bem
..
Sabe bem ter-te por perto
Sabe bem tudo tão certo
Sabe bem quando te espero
Sabe bem beber quem quero
..
Sabe bem ter-te por perto
Sabe bem tudo tão certo
Sabe bem quando te espero
Sabe bem beber quem quero

Donna Maria

sexta-feira, maio 18, 2007

Escondidos ...



Perco-me no teu corpo
Em teu peito me tranco...
E entrego-me por inteiro
Na delícia deste amor
Que nos aproxima, nos junta e nos une...
Mergulho em teu corpo
Provo do teu suor,e do que em ti há de melhor...
Em teu corpo me perco
Em teus recantos mais apetecíveis
Eu me reencontrei...
Deixo que te percas em meu corpo
E fecho-te dentro de mim...
Entrego-me por inteiro
Às delícias do nosso amor
Que nos aproxima, nos junta e nos une...
Provas do meu suor
Saboreas da minha pele... o que ela te oferece de melhor
Em meus recantos mais escondidos
Eu te encontrei...
Provei-te...
Provaste-me...
Escondidos num Mundo só nosso!


Ana Cardoso

terça-feira, maio 15, 2007

Voaste de madrugada ...


Senti os teus passos voarem de madrugada ....
De dentro dos lençois, onde repousavam ...
Os intensos e lânguidos ais ...
Que outrora sentidos, não voltam mais ...
Senti-te com passos de até um dia ...
E pela janela... entrou uma brisa ...
Que secou as lágrimas nos lençois derramadas ...
Onde outrora reinaram carinhos e calor ...
E os teus passos ... ainda os oiço ... amor ....
O que eu sentia por ti nunca o soubeste ...
Nem sei se algum dia te questionarás ....
No fundo, sei ...
Que no fundo, saberás !!!

Ana Cardoso

Um sonho teu ...



Fortuna perdida ... rasgada ... esquecida ... nas mãos de um caminho ... de uma rua qualquer... na boca do Mundo ... o céu como fundo ... e depois de um sorriso não há como voltar... sonho adiado ...esquecido ... comprado ... numa esquina de sonhos e de ilusões ... pedaços partidos de um corpo moído pelo facto sentido de não te ter ... e depois quando adormeces ... voltas a esquecer que o sonho era teu .... que o querias aqui ... fechas os olhos e nada mais existe ... palavras... sorrisos ... gestos e carinhos e a lembrança requintada de um sonho que existiu !!!!

Ana Cardoso

sábado, maio 12, 2007

São tantas coisas ...


Foto de Sonja Wittke

São tantas coisas
Só nós sabemos o que envolve
O sentimento
O nosso amor está magoado, mas eu tento
Dar vida a minha vida
Que entreguei em tuas mãos
Nossos momentos, as nossas brigas
Nosso louco juramento
E esse medo de perder você que amo
Me faz tão fria e indiferente a situações
Vou confessar
Renunciei você de tanto louco amor
Mesmo morrendo sufoquei a minha dor
No quarto escuro
Do meu ego sem resposta
Não acredito
Que conheci você acaso do destino
Foi Deus que trouxe
E te pôs no meu caminho
Pra me mostrar que não sou nada sem você
São tantas coisas
Temos até platéia contra e a favor
Apostadores da nossa grande dor
Metade amigo que aplaude e nos devora
Só mesmo o amor de corpo e alma
Pra vencer essa batalha
Seguirmos juntos
Pra quebrar esta muralha
E receber das mãos divinas
O troféu do amor!!
*
( Uma das minhas músicas preferidas )

Roberta Miranda

sexta-feira, maio 11, 2007

Para quando te sentires só ...




Pede ao céu um pouco de silêncio
De paz ...
E procura conversar com a noite
Escuta-a no seu mais intimo promenor
Faz de cada ilusão uma promessa
Uma meta a cumprir
E pensa que o que passou, passou...
Lá fora o ar pode estar pesado
Pode não ser o ar que querias respirar
Mas o desejo de seguir, lutar e amar é maior....
A tua força é bem maior, é enorme...
Então liberta-te de preconceitos e sai por aí...
Vai passear, ironiza essa amargura
E faz dela uma sombra fértil de amor...
Não sintas receio de nada...
Não temas...
A vida é assim... tudo é um eterno recomeço
Sempre existe um amanhã
Sempre existe um dia, uma hora
Em que o que queriamos, está lá...
E pode ser feito de boas aventuras...
De boas memórias...
Olha-te ao espelho e sorri :)
e coloca nesse sorriso :) tudo de bom que tens para dar...
as coisas que viste, que ouviste, adoraste e amaste.
Afirma-te em um só pensamento
de que os teus desejos serão sempre de alguma
maneira realizados... tudo é natural.
E lembra-te, que em algum lugar,
existe alguém que se lembra de ti,
que sente saudades, que te ama...
Como irmã, que te admira como mulher...
Como mãe, amiga e ser...
Vibra com a lua e com a tempestade...
Fica feliz por ainda saberes sorrir... vá!
Levanta a cabeça, coloca no rosto uma expressão feliz :)
Tudo vai parecer mais fácil,
abre a janela e presta atenção,
nos pássaros brancos que voam no céu...
Voam felizes, repletos de amor...
Tudo é paz,
naturalidade e franqueza...
Lembra-te de alguém que está sempre a teu lado,
mesmo estando longe de ti e sente
como é fácil caminhar com esse alguém
ao teu lado...
Como é bom sentir a mão desse alguém
viajar tantos kilómetros
para te enxugar uma lágrima...
para te dar um carinho...
Sente como é fácil ser feliz!!!

Ana Cardoso

Ser Mulher...



Quando nascerem, não as enfeitem demais de cor-de-rosa...
Quando forem crianças, que as deixem vestir-se de Super-Homem...
Quando ficarem menstruadas, que compreendam o que se está a passar com o seu corpo...
Quando derem o primeiro beijo, que haja fogo de artifício nos seus corações...
Quando tiverem a primeira paixão, que acreditem que é para sempre...
Quando tiverem a primeira decepção, que saibam que vai passar...
Quando tiverem um homem, que sintam que os dois juntos sao apenas um...
Quando ficarem grávidas, que tenham coragem e medo...
Quando forem mães, que não se esqueçam que são acima de tudo mulheres...
Quando trabalharem, que não se esqueçam que são mães...
Quando saírem à rua, que mantenham o passo firme...
Quando chegarem a casa, que fechem a porta com um enorme sorriso...
Quando forem abandonadas por um amor, que consigam rir de si mesmas...
Quando deixarem alguém, que não sintam culpa de nada...
Quando forem felizes, que riam até se cansarem...
Quando ficarem tristes, que não tenham pena de si mesmas...
Quando olharem pra dentro de si mesmas, que dispensem o uso de uma bússola...
Quando envelhecerem, que dispertem de novo para a vida...
Quando morrerem, que reencarnem de novo mulheres, com o orgulho de o ser...

( enviado por uma amiga por email)

Ana Cardoso

terça-feira, maio 08, 2007

O jardim secreto ...



Para lá deste portão, existe um jardim encantado...
Onde as crianças correm felizes e os pássaros voam livres... o céu é azul e as nuvens parecem feitas de algodão doce...
Ao passar o portão, a imaginaçao transforma-se... um riacho lindo corre por entre o carreirinho de pedras, o perfume das flores embriaga a alma e respira-se ar puro...
A velha casinha de pedra mantém-se intacta, parece que ainda se sente o cheiro dos bolos cozinhados pela avó ... na velha arvore centenária... permanece o baloiço de corda e a velha casinha dos pardais... dentro deste jardim, para lá do portão, nasceu um dia um grande amor... construíu-se a casinha de pedra e construíu-se uma vida ... duas pessoas que se amaram e que construíram um pequeno Mundo encantado; só deles... a relva do jardim aparadinha... os canteiros aprumadinhos.... as árvores podadas, repletas de frutos maravilhosos e suculentos... a fonte de água límpida deixa ver como os peixinhos vermelhos nadam felizes; sentando-me na beira da fonte, oiço o murmurar do riacho... é sem dúvida um jardim secreto ... é aqui que quero crescer!!

Ana Cardoso

7 Coisas que ...

7 Coisas que...


Bem, o littledragonblue, lançou-me no seu blog http://littledragonblue.blogspot.com o desafio dos sete... cá vai :))

7 coisas que tenho que fazer antes de morrer :
- Ser mãe :)
- Plantar uma árvore ;
- Escrever um livro ;
- Ir ao Egipto ;
- Reunir os amigos todos para uma jantarada :)
- Acampar na praia ( eu sei que é proíbido lol)
- Aprender espanhol

7 coisas que eu mais digo:
- Possas pahhhhh ...
- Dá-me cá uns abalos ao pífaro que até me estremece a gaita ( lololol )
- Pois ...
- Merda!!! ( :$ )
- Xiça penico !!!
- Anda cá dar mimos a eu :)
- Well ... the show must go on!!

7 coisas que eu faço bem:
- Cozinhar
- Conversar
- Arraiolos
- Doces
- Rir
- Observar
- Ler

7 coisas que eu não faço:
- Andar de bicicleta ( lol)
- Consertar coisas avariadas
- Mudar as lâmpadas
- Julgar
- Fumar
- Conduzir
- Ficar calada perante injustiças, sejam elas quais forem.

7 coisas que me encantam:
- Ver pessoas sorrirem
- Animais
- Poesia
- Amigos verdadeiros
- Os sonhos
- Cantar
- A Natureza

7 coisas que odeio:
- Acordar cedo ( grrr ... )
- Injustiças
- Chorar
- Ter que fazer uma coisa que não me apetece
- Encontrar alguém próximo triste :(
- Cenoura ( bilhecccc ... )
- Azeite ( hummppfff ... )

7 pessoas para fazer o teste:
- Aquiles - http://os-eleitos.blogspot.com
- O alquimista - http://alquimiadossonhos.blogspot.com
- Lady Cadinhas - http://bolinhochocolate.blogspot.com
- Maria - http://www.kolmi.blogspot.com
- Joana - http://sentadanaareia.blogspot.com
- Segredos - http://possivelmenteumsegredo.blogspot.com
- Sutra - http://www.contossecretos.com

E pronto ... :)))
Agora os seleccionados devem de fazer o mesmo .

Ana Cardoso

domingo, maio 06, 2007

Dia da Mãe ...


www.hostdrjack.com


Um beijinho para todas as mães do Mundo, neste dia especial...
E em especial para a minha :) ****

Ana Cardoso

segunda-feira, abril 30, 2007

6000 visitas ...

Brindemos á saúde deste blog, que graças a vocês voa cada vez mais depressa no Infinito de cada um de nós ... um brinde tambem a vocês que o fazem evoluír :))))

Ana Cardoso

sexta-feira, abril 27, 2007

Nomeações ....

Antes de mais, quero agradecer á Joana do blog Simplesmente, http://sentadanaareia.blogspot.com a sua nomeação para o Voar no Infinito, como blog que a faz pensar, mesmo quando sabemos, que as pessoas gostam de nos ler e que aquilo que fazemos agrada,( que não nos lêem só porque somos giras ou porque pomos fotos do nosso corpo) que aquilo que fazemos agrada mesmo:)) é muito bom e compensador quando somos surpreendidos por este tipo de surpresas agradáveis :)))
Joana, blog´s á parte, sabes o quanto gosto de ti linda :))) Um beijo enorme *****

*<*>*<*>*<*>*
E agora, a parte dificil .... as nomeações.... Os 5 magnifícos que me fazem pensar...
É sempre injusto, resumir a 5 blogs, quando existem mais que certamente estão nos meus links, e se lá estão é porque me agradam, caso contrário não estariam... mas cá vai ...

Os nomeados são:
* http://www.carochices.blogspot.com - Carochices
* http://possivelmenteumsegredo.blogspot.com - Segredos
* http://pinceisespatulasededos.blogs.sapo.pt - Pincéis, Espátulas e Dedos
* http://nofundodagarrafa.blogs.sapo.pt - No fundo da garrafa
* http://mundosnegros.blogspot.com - Mundos Negros

O que os nomeados têm a fazer:
- Copiar o selo "thinking blogger award" e colá-lo na barra lateral do seu blog;
- Cada nomeado, terá que eleger os seus " 5 mais... "

Ana Cardoso

A tigela de madeira ...

Um senhor de idade foi morar com o seu filho, nora e netinho de 4 anos de idade... As mãos do velhote eram trémulas, sua visão embaciada e os seus passos vacilantes.
A família comia, reunida á mesa, mas, as mãos e a visão falhadas do avô, atrapalhavam-no na hora das refeições... Ervilhas rolavam da sua colher e caíam no chão. Quando agarrava o copo, o sumo entornava-se na toalha da mesa... etc.
O filho e a nora, irritavam-se com aquela situação...
- " Precisamos tomar uma providência com respeito ao pai" - disse o filho...
- " Já tivemos suficiente leite entornado, o barulho que faz a comer com a boca aberta e comida pelo chão... "

Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha...
Ali, o avôzinho comia sozinho enquanto a restante família fazia as suas refeições á mesa com satisfação.
Desde que o velhote, havia partido um ou dois pratos, a sua comida agora era servida numa tigela de madeira.
Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, ás vezes ele tinha lágrimas nos olhos... mesmo assim, as únicas palavras que lhe diziam eram repreensões ásperas, quando ele deixava caír um talher ou comida no chão.



O menino de 4 anos, seu netinho, assistia a tudo em silêncio.
Uma noite, antes do jantar, o pai olhou, e viu que o filho estava sentado no chão, brincando com pequenos blocos de madeira...
Ele perguntou delicadamente e sorrindo á criança:
- " O que estás a fazer filho, um jogo de blocos?"
O menino respondeu docemente:
- " Ah, estou a fazer uma tigela de madeira, para tu e a mãe comerem quando eu crescer"
O garoto de 4 anos sorriu, e voltou ao trabalho...
Aquelas palavras, tiveram um impacto tão grande nos pais, que eles ficaram mudos. Então, lágrimas começaram a caír pelas suas caras... Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que tinha que ser feito.


Naquela noite, o pai segurou o velhote pelas mãos e gentilmente encaminhou-o á mesa da familía...
Desde aquele dia, para a frente e até ao final dos seus dias, ele comeu todas as refeições com a familía. E por alguma razão, o seu filho e nora, não se importavam mais quando um garfo caía ou o sumo era entornado na toalha da mesa...

De uma forma positiva, aprendi que não importa o que aconteça, ou quão ruim possa parecer o dia de hoje, a vida continua e amanhã será melhor.
Aprendi, que se pode conhecer bem uma pessoa pela forma como ela lida com três coisas:
- Um dia chuvoso
-Uma bagagem perdida no aeroporto
- E os fios de uma árvore de Natal, todos embaraçados...

Aprendi que não importa o tipo de relacionamento que tenha com os seus pais, você irá sentir a falta deles, quando um dia chegar a vez de eles partirem...
Aprendi que saber ganhar a vida não é a mesma coisa que saber viver.
Aprendi, que a vida ás vezes nos dá uma segunda oportunidade.



Aprendi que viver não é só receber, é também saber dar.
Aprendi, que se você procurar a felicidade, vai encontrar apenas uma ilusão... Mas se focalizar a atenção, na familía, nos amigos, nas necessidades dos outros, no trabalho e no procurar fazer melhor hoje para colher amanhã, a felicidade vai encontrá-lo...
Aprendi que sempre que decido algo, com o coração aberto, geralmente acerto.

Aprendi que quando sinto dores, não preciso ser uma dor para os outros.
Aprendi que diáriamente, preciso alcançar e tocar alguém... as pessoas gostam de um toque humano - segurar na mão, receber um abraço afectuoso ou simplesmente uma palmadinha nas costas e um sorriso.
Aprendi ainda, que ainda tenho muito a aprender...
E por isso tudo, acho que todos deveríamos reter esta mensagem, e até passá-la para os nossos familiares e amigos ... Eles merecem que alguém lhes ilumine o dia ...


As pessoas podem se esquecer do que você disse .... Podem esquecer o que você fez ... Mas nunca esquecerão, a forma como você as tratou ...

Esta mensagem foi-me enviada por mail, por um amigo :)))
Ana Cardoso






Um pouco de mim ....