quarta-feira, julho 26, 2006

Cumplicidade...


Dar asas á imaginação, correr o Mundo em segundos e encontrar-te...
Perdido em mim, perdida em ti... vidas que vagueiam , lado a lado, sem nunca se cruzarem...
Olhares envergonhados que parecem falar; corações que choram em silêncio, mãos que se tendem em cruzar...
Gestos que nunca foram feitos, carinhos que ficaram por dar... as palavras, essas, não sei se algum dia serão ditas, desta boca que te deseja, te venera e te eleva...
A certeza de saber Amar, sem nunca o dizer; o chorar em silêncio, sem nunca uma lágrima cair... sentir o apertar do coração, quando mais nada existe á minha volta... olhos nos olhos, mão na mão, e o carinho... esse transborda!!
Os dias são noites, as noites são dias... o Amor será Ódio?... O Ódio ... será Amor??
Pensamentos que voam à velocidade de um beijo, fazem pensar, em como muito longe daqui, onde o Sol brilha para sempre, as cascatas correm frescas e limpidas e os pássaros cantam, duas almas se conheceram e se amam, em como nada importa senão o Amor e a Cumplicidade, sentimentos que fazem as almas imortais...
Da noite se fez dia, do Carinho se fez Amor e do teu corpo se fez o meu...
Ana Cardoso

2 comentários:

WhoKnows disse...

Identifico-me bastante com o que acabaste de escrever, beijos e continua assim com essa facilidade de escrever que tens, acho lindo o modo como escreves e o que escreves

mesanto disse...

calada..emocionada..nada mais a dizer..beijos

Um pouco de mim ....