sexta-feira, agosto 04, 2006

Talvez ...


Era um dia igual a tantos outros...
Vieste...
Trouxeste-me uma rosa...
Nos lábios um sorriso...
Não tiveste tempo de me contar nada...
Apenas pediste perdão...
Chorei...
Choraste...
Beijaste-me...
Caíste nos meus braços...
E a tua alma apagou-se levando a minha também...
Talvez...
Talvez tivesse sido Amor...
Um grande Amor...
Não tiveste tempo de me dizer...
Não tive tempo de saber...
Ficou o Carinho...
Ana Cardoso

1 comentário:

sonia calado disse...

um gesto vale mais que mil palavras .
uma rosa o sibulo do amor .
uma rosa , um sorriso ou um estender da mao valem mais que 1000 pedidos de perdao .
adorei :

jokas...

Um pouco de mim ....