segunda-feira, agosto 13, 2007

Para reflectir ...




É uma frase um tanto ou quanto frontal e que nos deixa assim meio perdidos ... mas é realmente importante sabermos o que cada pessoa com que lidamos tem para nos dizer perante uma frontalidade destas ...
Por vezes, não dizemos aquilo que pretendiamos ás pessoas, e depois vai-se a ver e nunca mais poderemos dizer .. porque na altura que o pensámos fazer, não nos sentiamos preparados, ou porque temos receio ou vergonha ... ou por outro motivo qualquer, que por mais válido que nos pareça ... não deve de ser motivo para deixarmos de dizer seja o que for ... O que sentimos, o que queremos, o que pretendemos, como vemos essa pessoa, dizer-lhe como gostamos dela ou como gostamos de passar bons momentos com ela ... também dizer o que não gostámos, o que nos magoou vindo da sua parte, o bom e o mau ... É sempre bom saber, e dizer ;) ...

Ana Cardoso

6 comentários:

By Alma Nova disse...

Poderia dizer: "Gosto de ti!". Se todos o disséssemos a quem achamos merecedor sempre que nos dá vontade, de certeza que viveríamos bem mais felizes. Jokitas amiga.

O Profano disse...

Olá.

Penso que "Gostei de te conhecer" é uma frase importante, desde que a mesma seja sentida por quem a profere.

bjs

Aquiles disse...

O je diria:
“ Até já…guarda-me um lugar num sitio bonito!”

Já agora…Cheguei!

p@ulit@ disse...

ola por vezes passo por aqui mas nunca comentei e acho que chegou a hora de comentar esperando que nao se chateie e assim nos seres humanos temos a capacidade de esconder o nosso ser ou o nosso pensamento de tantas coisa nao a conhecendo bem so posso dizer que a gosto de ler. mas quantas vezes pensamos dizer ao mundo que amamos aquela pessoa ou que a odiamos e temos que engolir para nos mesmo por vergonha como diz ou porque nos ensinaram a ser assim
fique bem :))

segredos disse...

dir-te-ia...volta(depois de amanhã) que tás perdoada...;o)
agora a sério...dir-te-ia que conhecendo-te tão pouco, já deu pelo menos para me aperceber que querias ter voado mais...pelo menos a forma como vias esse tal de infinito, era bem mais longe do que supunhas...lamentaria nunca me teres dito "ó gordo, tou a voar, tás a ver eu aí de baixo?"...ou seja, se me consigo imaginar a ver-te bater as asinhas, apenas seria de forma hipotética, e nunca num ADEUS(palavra que para mim não existe)...ah...e já agora, paga o que deves!!!beijuuusss e até amanhã sua tuspida

rocha suave disse...

Pois.. e que muitas vezes esquecemo-nos que a vida sao dois dias.. e nunca sabemos quando as pessoas partem... deveremos sempre dizer o que sentimos todos os dias.. nao deixarmos para o dia seguinte... pois nessa altura podera ser muito tarde...

www.rochasuave.blogs.sapo.pt

Um pouco de mim ....