terça-feira, julho 31, 2007

Do lado de lá ...

No lado de lá ...
Não vejo os olhos que gostaria de ver ...
Nem sinto as mãos que me fazem arfar ...
Nem oiço os sussurros de delirar ...
As bocas não se lambuzam ... do lado de lá ...
Nem os dedos se tocam ...
Nem as mãos se cruzam ....
Do lado de lá .... não te sinto respirar em mim ....
Nem os lábios murmuram doçuras ....
Nem os dedos cometem loucuras ....
Não te olho nos olhos ... num momento especial ...
Do lado de lá ...
Não sinto o peso do teu corpo no meu ...
Os ouvidos não ouvem as tuas provocações ...
E no lado de lá ....
São só ilusões !!!

Ana Cardoso

7 comentários:

By Alma Nova disse...

E é nestes momentos que o peso da solidão assume proporções que julgamos não conseguir aguentar.
Jokitas.

-lady@ disse...

Continuas uma Poetisa 5 estrelas,mas penso q isso já não é novidade pra ninguém :) beijinhos e boas férias

toda disse...

Beijos, bouaaaaaaaaaaaaaa!!!
Toca a escrever!
Gosto muito destes poemas assim curtinhos, com princípio meio e fim, muito sonoros...
És bouaaaaaaaaaaa!
Beijo grande

Shelyak disse...

Tal divagação ao som desta musiquinha...ficamos estáticos, olhando, ouvindo...ficamos...
Beijinho :)

Anónimo disse...

ao fim de tanto tempo aqui estou eu a fazer uma visita ,
tá muito giro , a musica esta um espetaculo .
beijos , sonia calado

NETMITO disse...

Adoro a ilusão e o que faz sentir.
Gostei muito de te ler.
Beijinhos.

littledragonblue disse...

Vamos lá arrebitar um bocadinho deixar as tritezas de lado e acreditar no futuro e lutar por um futuro mais sentido nas nossas vidas.
Um beijinho e votos de uma boa semana

Um pouco de mim ....